Polícia Militar e Forças de Segurança criam Protocolo de Ações Integradas para Eleições 2018

A segurança das eleições gerais que ocorrerão no próximo dia 7 de outubro foi tema de uma reunião que ocorreu na manhã desta terça-feira, 25, no Quartel do Comando Geral (QCG), com representantes da Polícia Militar do Tocantins (PMTO), Exército do Brasil, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP)

 

Por Gisele Meneses

 

Durante a reunião, o comandante-geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa, falou da importância de todas as reuniões da Força de Segurança trabalharem integradas para garantir a tranquilidade do pleito eleitoral. “É extremamente importante a contribuição de cada uma [instituição], com suas especificidades, atuarem de forma conjunta e organizada, para combater os eventuais problemas que podem ocorrer durante as eleições”, ressaltou o comandante.

 

Além do comandante, reunião contou com a presença do Chefe do Estado Maior (CHEM), da 3ª Brigada de Brasília, coronel Gilberto da Silva Breviliere; do tenente-coronel Flávio Meireles Machado, chefe de operações da 3ª Brigada; coronel Athos Roberto Sousa, comandante do 22º Batalhão de Infantaria do Exército, localizado em Palmas; coronel Carlos Eduardo Farias, Chefe de Estado Maior do Corpo de Bombeiro; delegado Vinicius Mendes, subsecretário de Segurança Pública; major Cleber José Borges Sobrinho, comandante operacional e diretor de Ensino do Bombeiro e capitão André Augusto Soares, assessor de planejamento e ajudante de Ordem do Bombeiro.

 

Tendo em vista a proximidade do pleito, o Protocolo cria um gabinete de segurança integrada, onde o Exército dará apoio de diversas formas às demais forças de segurança, dentre elas, a realização de treinamento específico e cessão de equipamentos e armamento não letal.

 

“Essa parceria deve manter a população assistida e garantirá a paz para o cumprimento do direito constitucional. São 139 municípios, incluindo assentamentos e aldeias onde a segurança deve ser reforçada”, comentou o comandante-geral da PM.

Avalie este item
(0 votos)

Mais notícias - Tocantins

Cidades

    Política

      Tocantins

        Brasil

          Tocantins

            Opinião

              Topo