Propostas indecentes

A destinação de R$ 6,5 Bilhões para os partidos políticos é um tapa na cara da sociedade

 

Por Antonio Coelho de Carvalho

 

O deputado Vicente Cândido (PT-SP), é o relator do Projeto de Reforma Política na Câmara dos deputados. Duas de suas propostas parecem piadas de programa de humor brasileiro, em uma ele propõem que a sociedade financie R$ 6,5 Bilhões para dar aos partidos políticos brasileiros. A outra vem de encontro com o que muitos criminosos sonham, de ter foro privilegiado. Ou melhor, aumentar sua abrangência para antes mesmo da eleição. É que ele está propondo que nenhum candidato possa ser preso 8 meses antes do pleito eleitoral. Hoje esse prazo é de 15 dias o que já é muito.

 

Ao que parece o deputado esta querendo é livrar a cara de muitos políticos e candidatos enrolados com a Lava Jato e em outras ações na justiça. Entre eles o ex Luiz Inácio Lula da Silva, que poderá ficar inelegível se condenado em segunda instancia em um dos muitos processos em que é réu. Além do perigo de candidatos financiados por facções criminosas se infiltrarem na política.

 

Vicente Cândido foi o relator da Lei Geral da Copa, em 2012 no Brasil. A Lei serviu para garantir a FIFA que o governo brasileiro cumprisse desde a construção de estádios, até a venda de produtos próximos aos estádios, as imagens em suas mais variadas formas e pelos bons serviços prestados ao futebol brasileiro, foi convidado para fazer parte da Diretoria de Futebol Internacional da Confederação Brasileira de Futebol, (CBF). Não sei bem o que pode fazer uma diretoria internacional de uma seleção nacional.

 

Como na área política os que demonstram capacidade são premiados por seus pares, e por ser realmente bom no que faz, Vicente virou sócio de Marco Polo Del Nero. Del Nero que ainda esta solto é o atual presidente da CBF. Del Nero era o vice-presidente do hoje preso nos Estados Unidos José Maria Marins. Mas como ele não gosta de mal feito pediu pra sair dessa sociedade com Del Nero, mas vai continuar na diretoria da CBF, afinal o futebol é a paixão do povo.

 

Ricardo Teixeira outro ex-presidente da CBF é acusado de fazer parte de uma "organização criminal transnacional" e de "lavar dinheiro proveniente de comissões ilícitas". Procuradores federais do Brasil e de Espanha já trocam figurinha para andamento de diligencias. Esse é o segundo pedido de prisão pra Teixeira, o outro é nos Estados Unidos, os autos dos inquéritos citam além de Marco Polo Del Nero, atual presidente da CBF, e José Maria Marín, ex-presidente da CBF . A alegação é de que ambos teriam recebido propina da Klefer, empresa do ex-presidente do Flamengo, Kléber Leite entre outros.

 

Por falar em leite, voltamos a vaca fria, das propostas indecentes do nobre deputado Vicente Cândido (PT), que é um tapa na cara da sociedade, a destinação de 6.5 Bilhões, cifra astronômicos para financiar campanha política, onde o custo benéfico para o cidadão é alto. Isso é, todo o custo para a sociedade, e os lucros e as benesses para a classe política. Quanto a proposta de não se poder prender candidatos 8 meses antes das eleições é uma pouca vergonha, que só merece ser comentada para mostrar quem são esses que se dizem representantes do povo.

 

Antonio Coelho de Carvalho é jornalista

Avalie este item
(0 votos)

Mais notícias - Opinião

Cidades

    Política

      Tocantins

        Brasil

          Tocantins

            Opinião

              Topo