Culto Ecumênico emociona formandos do Colégio da Polícia Militar em Palmas

A solenidade contou com a presença da vice-governadora, Cláudia Léllis, do comandante geral da PM, coronel Glauber de Oliveira Santos, autoridades religiosas, civis e militares, professores, familiares e amigos.


Por Lara Tavares

 

Foi com sentimento de dever cumprido e de gratidão que os alunos do Colégio da Polícia Militar (CPM) participaram do Culto Ecumênico, nesta quinta-feira, 22, às 20 horas, no auditório do Tribunal de Justiça, em Palmas.

 

O culto iniciou com a entrada de três alunas com os símbolos da fé: o pão, o vinho e a bíblia. Em seguida, o pastor João Mota falou sobre a esperança e expectativas dos estudantes para este novo ciclo de vida. E ainda sobre a importância da fé, esperança e foco.


Logo mais, o padre Aberson Alves dos Santos ressaltou as responsabilidades que os alunos terão nesta nova fase, seja na universidade ou no ambiente de trabalho. O religioso destacou que após a formatura será o momento dos alunos colherem os frutos do que foi plantando em três anos de muito estudo e dedicação no CPM.

 

Os formandos fizeram ainda homenagens aos mestres, pais, colegas e aos ausentes. Momento este acalentado por canções religiosas sendo, portanto, repleto de emoções e lembranças de companheirismo, agradecimento, admiração e acima de tudo, de superação.

 

Segundo a formanda, Júlia Lacerda, de 18 anos, nos três anos de formação escolar no Colégio da Polícia Militar, ela obteve lições que levará para toda sua vida. “Nesses três anos aprendi o significado das palavras união, dedicação e orgulho”, destacou. O formando Johnatan Rodrigues, de 18 anos, complementou dizendo que “os momentos bons e ruins vividos no colégio marcaram minha vida. O culto e a formatura também ficarão presentes em minha memória.

 

Ao final as autoridades religiosas encerraram o culto ecumênico, convidando os presentes para a solenidade de formatura que será realizada nesta sexta-feira, 23, às 20 horas, no auditório do Quartel do Comando Geral da PM, em Palmas.

Avalie este item
(1 Voto)

Mais notícias - Educação e Cultura

Cidades

    Política

      Tocantins

        Brasil

          Tocantins

            Opinião

              Topo