Câmpus da UFT em Porto Nacional ganha mais 38 salas de aulas

Bloco tem três pavimentos

 

Por Daniel dos Santos

 

Para qualificar ainda mais as condições de ensino, a Universidade Federal do Tocantins inaugurou nessa segunda-feira (22), no Câmpus de Porto Nacional, o Bloco X, que abriga 36 novas salas de aula com capacidade para 40 alunos cada.

 

Por ser uma estrutura que atenderá diretamente ao ensino, os estudantes e professores serão os principais beneficiados. O vice-presidente do Diretório Acadêmico "Pedro Tierra", entidade que representa os estudantes do Câmpus, Nathan Alves, dimensiona a importância do novo prédio para os alunos. "É uma conquista absurda para a universidade: um ótimo ambiente para os professores darem suas aulas e com novos ar-condicionados". Com isso, Nathan também acredita que haverá mais espaço para núcleos e laboratórios.

 

Para o professor e coordenador do curso de História, Ariel Elias do Nascimento, a estrutura do novo bloco significa a ampliação das potencialidades do ensino. "Estas novas salas de aula têm uma acústica muito boa. Isso torna as aulas mais proveitosas e menos desgastantes. Tem estrutura elétrica, iluminação e ventilação que tornam o ambiente na sala propício a um bom desenvolvimento de aula".

 

Segundo ele, o Bloco X é mais um benefício aos estudantes que se soma à inauguração do Restaurante Universitário (RU) e a implantação da moradia estudantil dentro do Câmpus. "Isso traz uma nova dinâmica de circulação dos estudantes no Câmpus. Por ser localizado ao lado do Restaurante Universitário (RU), o prédio que será utilizado para salas de aula contribui para a ideia de permanência e vivência dos estudantes pelo Câmpus. "Os estudantes realizam suas refeições e na sequência se encaminham para as aulas".

 

 

Estrutura
O edifício é constituído com três pavimentos, sendo um térreo, com área edificada de 1325,82 m², totalizando a área construída com total de 3690,68 m². O prédio é dividido em duas alas de salas de aula e escadas, interligadas por um bloco de circulação com sanitários masculino, feminino e salas de apoio.

 

Cada ala tem seis salas por pavimento, com 60,20 m² de área e com capacidade para 40 pessoas cada um. No total serão 36 salas de aula. O bloco intermediário abriga os sanitários e algumas funções de apoio como DML (Depósito de Material de Limpeza), sala técnica para rack e depósito de mobiliário e equipamentos. O valor final da obra foi de R$ 7.298.447,83.

 

Apoio

O prédio foi construído com o apoio da deputada Dorinha, que é importante parceira no processo de expansão e desenvolvimento da universidade e destinou recursos para a instituição. O valor total da obra foi de R$ 7.298.447,83 (sete milhões, duzentos e noventa e oito mil, quatrocentos e quarenta e sete reais e oitenta e três centavos).

 

“Durante o meu mandato eu sempre atuei buscando defender a bandeira da educação e, além de uma honra, é muito gratificante ver que o trabalho prestado rendendo frutos. O desenvolvimento da UFT é um dos meus compromissos e estou muito feliz em vê-la expandindo pelo Tocantins”, disse Dorinha.

Avalie este item
(0 votos)

Mais notícias - Cidades

Cidades

    Política

      Tocantins

        Brasil

          Tocantins

            Opinião

              Topo