BB, Bradesco e Santander lideram ranking de reclamações de clientes, diz BC

Índice considera quebra de normas cuja competência de supervisão é do BC Marcello Casal Índice considera quebra de normas cuja competência de supervisão é do BC Marcello Casal

Colocação do Bando do Brasil piorou, foram 1.590 reclamações, Brasdeco recebeu 2.151

 

Com Mariana Ribeiro

 

Banco do Brasil, Bradesco e Santander foram as instituições financeiras que mais receberam reclamações de clientes no 3º trimestre desde ano.

 

As informações são de ranking do Banco Central que considera reclamações consideradas contundentes contra instituições com mais de 4 milhões de clientes. Os dados foram divulgados nesta 2ª feira (15.out.2018).

 

O BB recebeu 1.590 queixas no período. A instituição tem 63 milhões de clientes e seu índice de reclamações ficou em 25,22. No trimestre anterior, o banco ocupava a 3ª posição, com índice de 20,85.

 

O Bradesco recebeu 2.151 reclamações, também relacionadas principalmente à oferta ou prestação de serviços de forma inadequada. O banco tem 95,4 milhões de clientes e seu índice ficou em 22,55. Nos 3 meses anteriores, ocupava a 4ª posição.

 

Na 3ª colocação, o Santander recebeu 933 reclamações. O banco tem 42,2 milhões de clientes e índice de reclamações de 22,1. No período anterior, ocupava a 1ª posição.

 

QUEIXAS MAIS FREQUENTES
Oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada;
Irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços, exceto as relacionadas a cartão de crédito, cartão de débito, internet banking e ATM;
Irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito;
Débito em conta de depósito não autorizado pelo cliente;

 

 

COMO FUNCIONA O RANKING

O ranking de reclamações é composto pelas demandas do público registradas nos canais de atendimento do Banco Central. Os clientes podem registrar suas queixas via internet, aplicativo BC+Perto, correspondência, presencialmente ou pelo telefone 145.

 

As informações recebidas são classificadas pelo Banco Central. As consideradas procedentes –ou seja, que quebram normas cuja competência de supervisão é do BC– são multiplicadas por 1 milhão e divididas pelo número de clientes da instituição que gerou a reclamação. Dessa forma é gerado o índice de reclamações.

Avalie este item
(1 Voto)

Mais notícias - Brasil

Cidades

    Política

      Tocantins

        Brasil

          Tocantins

            Opinião

              Topo